BEM VINDO AO NÚCLEO MAIO
WHATSAPP +55 (11) 98544-6994

DA BRINCADEIRA PARA DANÇA FREESTYLE

“ESPECIAL PROFESSORES”

Após um Show de Talento na escola, Ataliba de Oliveira, jovem de Heliópolis se consagra professora de Freestyle.

Reportagem Local
Junior Massone e Marcelo Barbosa

Arquivo pessoal

Você já ouviu falar sobre pessoas que nasceram prontas para uma determinada função?

Pois, é. Não foi diretamente o caso da jovem, Letícia Maria da Silva Avelino, de 19 anos. Ela brincava de dança com o irmão e por coincidência levou esta brincadeira para um Show de Talentos que aconteceu na escola, Professor Ataliba de Oliveira.

E o Resultado: Ganhou o evento na categoria de Dança Freestyle e foi incentivada pelo diretor, Fabio, para dar aula na instituição de ensino. Não foi só o talento que se revelou, o seu público gostou de sua forma de ensinar e assim ela foi crescendo.

Segundo o site: www.dancaderua.com , “Freestyle (estilo livre) nasceu em meados da década de 80 na chamada Golden Age (Era de Ouro), o Hip Hop New Style e House Dance em Nova York e Los Angeles, e o Electro Dance em torno de 2000 na França. Tal nome se deve ao fato desta modalidade de dança ser baseada em toda a forma de Social Dance ou Street Dance”. Inspiração essa que encontrou a jovem de Heliópolis para transmitir seus conhecimentos no Núcleo Maio. Acompanhe nossa curiosa entrevista pingue-pongue.

Reportagem:  Nome completo, idade, naturalidade, estado civil e atuação profissional.

Letícia M.S.A: Meu nome é Letícia Maria da Silva Avelino, tenho 19 anos, sou brasileira, solteira, estudante e professora de dança Freestyle.

Reportagem: Como aprendeu o que ensina. Você fez algum curso ou aprendeu praticando?

Arquivo pessoal

Letícia M.S.A: Aprendi dançar praticando. Nem eu sabia que tinha jeito para este seguimento. Eu sempre brincava com o meu irmão de dançar e foi quando teve um Show de Talentos na escola, Ataliba de Oliveira e eu me inscrevi. Eu ganhei o Show de Talentos e o diretor da escola, o Fabio, me incentivou para dar aula lá. Só que eu não estava preparada porque eu tinha acabado de aprender, mas aceitei o desafio. Os alunos gostaram da minha forma de ensinar, pegamos o jeito e aqui estou como professora.

Reportagem: De forma resumida, conte os fatos mais importantes da sua vida e apresente como entrou nas atividades para Organização Não Governamental (ONG).

Letícia M.S.A: Após ir crescendo no seguimento, eu comecei a realizar um projeto de dança no CEU Meninos, mas infelizmente as aulas terminaram nesta unidade e minha turma queria continuar a ensaiar e não tínhamos nenhum local. Foi quando uma de minhas alunas que é filha de dois representantes no Núcleo Maio, me indicaram para falar com a direção do projeto e na hora acertamos horário e espaço.

Reportagem: Porque acha que é importante o desenvolvimento do que ensina para os alunos

Letícia M.S.A: À aula é sobre movimento. Ajuda a saúde e o bem-estar. Mas, não é somente isso. Os alunos perdem a timidez, aprendem a se comunicar, a se soltarem, a se sentirem livrem a se comportam melhor em casa. Aos poucos, todos vão se enturmando, trocando experiências e histórias, esquecendo até dos problemas do dia-dia.

Reportagem: Segundo dados da Pesquisa Fasfil do ano de 2010 –  Link para conhecimento: http://www.abong.org.br/ongs.php?id=18 – existia naquele ano no Brasil, mais de 290 mil ONG´S no país. Refletindo neste documento, qual diferença faz o Núcleo Maio, entre as diversas instituições estabelecida

Letícia M.S.A: Eu conheço pouco sobre o terceiro setor, mas confesso que vem me abrindo minha visão sobre este conceito de trabalho com o Núcleo Maio. Do pouco que eu conheço, acho interessante ter este espaço e acredito que a ONG ajuda ao próximo com suas atividades.

Arquivo pessoal

Reportagem: Qual o seu sonho com o Núcleo Maio?

Letícia M.S.A: Eu sou jovem, pratica e gosto de fazer o que me direciona alcançar. Por enquanto eu não tenho um sonho com a instituição, se dissesse que tenho, estaria mentindo. Quero dar aulas e conforme crescer, visualizar um futuro melhor.

Reportagem: Acredita que o Núcleo Maio, fará diferença na principal área de atuação (Heliópolis)

Letícia M.S.A: Ele faz diferença para o público que atende e precisamos ter isso e quanto mais, melhor.

Marcelo Barbosa da Silva

VIEW ALL POSTS

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.